Notícias

Produtores de banana de Santa Catarina buscam registro de IG

08 de Fevereiro de 2018

A diretora executiva da Associação de Bananicultores de Corupá (Asbanco), Eliane Cristina Müller, visitou o INPI no dia 7 de fevereiro para discutir a participação do Instituto no Workshop Catarinense de Indicação Geográfica, que será realizado em agosto deste ano. O presidente do INPI, Luiz Otávio Pimentel, confirmou a participação de especialistas do órgão. 

 

Da esq. p/ a dir.: Ana Paula Gomes, chefe de gabinete do INPI; Miguel da Silva, advogado; Luiz Otávio Pimentel, presidente do Instituto; Eliane Müller, da Asbanco; e Felipe Augusto de Melo, coordenador-geral no INPI (reprodução)

Da esq. p/ a dir.: Ana Paula Gomes, chefe de gabinete do INPI; Miguel da Silva, advogado; Luiz Otávio Pimentel, presidente do Instituto; Eliane Müller, da Asbanco; e Felipe Augusto de Melo, coordenador-geral no INPI
(reprodução)

A Asbanco tem um pedido de Indicação Geográfica (IG) em andamento no INPI para a banana da região. O produto é cultivado por cerca de mil famílias, a maioria de pequenos agricultores, em altitudes de até 500 metros, mantendo assim uma tradição de 110 anos. Segundo os produtores, a banana de Corupá é considerada a mais doce do País.